Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores Públicos Municipais em João Monlevade Ltda
20/11 - MG lança Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo

Após a finalização e consolidação dos dados para a 9ª edição do Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro, o Sistema Ocemg lançou o material na primeira semana de novembro. A publicação traz uma radiografia do setor no Estado, por meio das informações enviadas pelas próprias cooperativas e organizados pela gerência técnica do Sistema Ocemg.

O documento é a principal fonte de pesquisa do segmento em Minas Gerais e apresenta um levantamento de dados como número de cooperativas, cooperados, movimentação financeira, exportações, quadro social e funcional do segmento, contribuições do cooperativismo para a sociedade, investimentos, entre diversos outros indicadores, traçando um panorama do cooperativismo mineiro. O material contém, ainda, o ranking das cooperativas de Minas e serve como arquivo de consulta, já que registra os acontecimentos do segmento no decorrer de 12 meses.

A publicação confirma a importância do setor para o desenvolvimento econômico e social de Minas Gerais. Além de apresentar os princípios, valores e a estrutura de representação do sistema cooperativista - em nível global e regional, o documento apresenta informações sobre os 13 ramos do setor (Agropecuário, Consumo, Crédito, Educacional, Especial, Habitacional, Infraestrutura, Mineral, Produção, Saúde, Trabalho, Transporte, Turismo e Lazer).

De acordo com a publicação, houve um crescimento de 6,1% no número de cooperativas mineiras, totalizando 777, e os associados já somam 1.225.047 em todo o Estado, o que representa um aumento de 10,4% se comparado ao ano anterior. Os ramos Agropecuário e de Transporte foram os que mais expandiram e, junto com o ramo de saúde, essas três áreas representam 96,21% da movimentação financeira do cooperativismo mineiro.

Já o número de exportações mostra o movimento do setor perante o mercado internacional. Em 2013, as cooperativas mineiras exportaram 268.401 toneladas em produtos, 2,5% a mais que no ano anterior, sendo o café o principal produto exportado. 

Para Ronaldo Scucato, presidente do Sistema Ocemg, a cada ano o cooperativismo mostra seu potencial e apresenta, de maneira exemplar, que é o modelo econômico mais sustentável para as próximas décadas. "Fazer negócios de forma cooperativa é sinônimo de desenvolvimento e qualidade de vida e é isso que queremos para nosso Estado e para o Brasil", ressalta.

Seguindo o ritmo do mercado e mostrando, cada vez mais, a importância da figura feminina no campo profissional, o número de mulheres atuantes nas cooperativas mineiras também aumentou significativamente. No núcleo de diretoria, o salto foi de 6,8% em 2012 para 16,9% em 2013. Já a participação das mulheres no quadro funcional sofreu um aumento de 2%. 

No ano passado, o PIB per capita do cooperativismo mineiro foi 20,5% superior ao do Estado, fechando em R$ 22.796,32 contra R$ 18.922,84. "Os números apresentados no Anuário mostram que as cooperativas têm acompanhado o ritmo do mercado em geral", explicou Marco Túlio Borgatti, gerente técnico do Sistema Ocemg.

Como forma de otimizar o processo de produção do Anuário, em 2014, a metodologia da pesquisa foi alterada, tornando mais rápida e precisa a sua apuração, o que resultou numa adesão, ainda maior, das entidades. O anuário é produzido em parceria com as cooperativas, a partir de informações sobre seu quadro social e funcional, movimentação financeira, contribuições para a sociedade, investimentos, exportações, entre diversos outros indicadores. (Assimp Sistema Ocemg)

Fonte: OCB Cooperativo

COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS EM JOÃO MONLEVADE LTDA
RUA PEDRO BICALHO, 234 - NOVO HORIZONTE - JOÃO MONLEVADE - MG
COPREMON 2014 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS